Como Emitir um Conhecimento de Frete

Para emitir o Conhecimento de Frete, a filial deverá ser uma empresa transportadora ou Conjugada (Transportadora / Distribuidora), para isso na configuração da empresa, menu Ferramentas / Sistema /Dados Gerais, deve-se selecionar um dos campos:

Icon

Para gerar Conhecimento de Transporte/Frete eletrônico veja o tópico Como Emitir um Conhecimento de Frete Eletrônico - CTe.

Estando configurado como empresa Conjugada ou transportadora, o usuário poderá acessar a tela de Emissão de Conhecimento através do menu Movimentação / Faturamento / Emissão de Conhecimento.

O conhecimento de frete poderá ser dividido em três tipos de movimento, sendo eles:

1.    Venda: Útil para empresas que queiram vincular as notas de venda da Distribuidora a este conhecimento. Assim, a Entidade Remetente seria a Distribuidora e a Entidade Destinatária o cliente da nota de venda a ser vinculada. O usuário deverá informar a empresa da nota de venda a ser vinculada e o número da nota, sendo os dados desta nota já sugeridos na tela, facilitando a inclusão do conhecimento. O valor de frete sugerido na tela dependerá do frete cadastrado na nota de origem.

Icon

Importante: Será permitido informar somente uma nota fiscal de venda onde o tipo de entregra informado venha a ser "Entrega".

2.    Transferência: Similar ao processo do conhecimento de Venda, porém utilizado para notas de transferência da Distribuidora. Sendo a filtragem da Nota Fiscal a ser vinculada conforme o tipo de transferência:

  • Transferência de Base - Quando o produto encontra-se na base da empresa e será transferido para outro local, neste caso as notas serão filtradas em função da entidade Destinatária, isto porque são notas de transferência geradas pela Empresa Distribuidora (que para esse contexto atuará como remetente).
  • Transferência de Usina - Quando o produto é proveniente da usina e será recebido pela empresa, neste caso as notas serão filtradas em função da entidade Remetente, isto porque as notas foram emitidas pela usina.

3.    Avulso: Utilizado quando a empresa for emitir um conhecimento para notas que não estão cadastradas no SisPetro em sua empresa ou outras empresas. Neste caso, os dados das notas terão que ser digitados, pois não há como o sistema fazer a sugestão, como nos outros tipos de movimento.

Deve-se preencher os campos, conforme o tipo do movimento:

  • Entidade Remetente: Entidade que está remetendo o produto para o qual está sendo gerado o Conhecimento de Frete
  • Entidade Destinatário: Entidade que receberá o produto transportado, ao ser informado poderá carregar automaticamente uma Natureza de Operação (veja Configurações Complementares|Configurações Complementares)
  • Natureza Operação Frete: Natureza a ser empregada no Conhecimento de Frete que está sendo cadastrado. A natureza é sugerida automaticamente se o perfil responsável estiver devidamente configurado nas configurações da empresa menu Ferramentas / Sistema / Frete:

Icon

Apenas Naturezas de Operação com o Tipo de Emissão sendo própria poderão incluir conhecimentos de frete.

Icon

Caso o Tipo de emissão da Natureza de Operação seja diferente do Tipo de emissão da Série, o sistema emitirá um aviso e não permitirá a finalização do Conhecimento.

 

No perfil da empresa, o usuário deve informar a natureza de operação de conhecimento de frete para dentro e fora do estado. Assim, o sistema verifica a localizada da empresa destinatária para sugerir a natureza de operação correta.

  • Depósito: De onde está saindo o produto a ser transportado.
  • Série NF: Será preenchida automaticamente pelo sistema conforme a série configurada na natureza de operação utilizada. Mais detalhes nos tópicos Tabela Natureza Operação e Tabela Série Nota Fiscal.
  • # Conhecimento: Será gerado automaticamente pelo sistema, conforme númeração da série NF.

    Icon

    Não será possível alterar o número do Conhecimento via tela, caso seja necessário a alteração, fazê-la via Série Nota Fiscal.

  • Data Emissão: Data de emissão do conhecimento. 
  • Data Prestação: Nesse campo poderá ser informada a data de entrega do frete.
  • Nota Fiscal de Origem estará disponível apenas para os Conhecimento de Frete do tipo "Venda" e "Transferência". O usuário deverá vincular o conhecimento a empresa e ao número da nota fiscal pelo qual deve-se vincular o conhecimento, através dos campos "Empresa" e "NúmeroNF". Quando o conhecimento for do tipo "Avulsa", o usuário deve informar as notas vinculadas no campo "Notas Fiscais Números".
  • Produto: Informe neste campo o produto qu e será transportado e para o qual está sendo gerado o conhecimento de frete.
  • Qtde: Quantidade do produto a ser transportado, também empregado no calculo do Valor total do frete.
  • Preço Total: Valor total do produto.

Na aba "Dados Gerais" 

  • Transportadora: Transportadora responsável pela realização do transporte da do Conhecimento de Frete.
  • Frota: Frota empregada no transporte do Conhecimento.
  • Tem Carreta: Poderá ser informado se foi utilizada uma carreta no frota selecionado, devendo ser informada a carreta, caso o campo tenha sido marcado.
  • Tem Treminhão: Poderá ser informado se foi utilizado um treminhão no frota selecionado, devendo ser informada a carreta, caso o campo tenha sido marcado.
  • Frete: Neste grupo quando a filial tratar-se de uma transportadora será por meio do valor total que poderemos ter um Frete a Pagar, conforme configuração definida pela mesma (maiores informações Configurações Complementares). Quando marcada a opção Frete a Pagar? será gerado um registro para controle na Manutenção de Fretes. O valor do frete nos casos onde o tipo de Conhecimento venha a ser de Venda será o frete unitário do item da nota de venda, para os outros tipos será empregado o cálculo de Frete Padrão (maiores informações Tabela Distâncias)
    • Empresa que trabalham com a entidade retira (campo "Informa entidade de retirada da mercadoria no Conhecimento de Frete" presente na aba "Frete" da Configuração de Sistema deverá estar marcado) será calculada a distância entre a Retirante e o Destinatário
    • Empresa não trabalha com entidade retira, será calculada a distância entre o Remetente e o Destinatário.
  • Despesas Acessórias: Campo para cálculo da base de cálculo de ICMS no conhecimento de frete. Veja maiores detalhes em Despesas Acessórias.
  • ICMS Frete: Conforme o produto predominante ele localiza a tabela de ICMS e sugere o % do ICMS de frete cadastrado.
  • CST: O CST será sugerido conforme cadastrado na Natureza Operação.

Para informar o valor do frete unitário ou total, há um perfil de empresa, veja informações em Painel Fretes 

  • Gerar Contas a Receber: Quando esse campo estiver marcado será gerado um contas a receber em função do Valor Total do Frete definido para o Conhecimento de Frete, sendo importante também observar que para a geração correta do contas a receber esse processo irá funcionar em conjunto com o campo Gera Ctas Receber p/ afim de definir a quem será gerado o contas a receber (para habilitar a marcação do campo leia Configurações Complementares). Caso este campo não esteja marcado, a contabilização pode ser feita ou não conforme configurado no perfil de empresa, menu Ferramentas/ Sistemas/ painel Contas Contábeis, campo "Ação Contábil em Conhecimento":

Ao selecionar a opção "Contabiliza na conta configurada", deverá ser informada a conta contrapartida, que será contabilizada na conta de débito:

  • Base ICMS Retido: informe o valor da base de cálculo do ICMS retido. Utilizado para CST 060.
  • %: informe a alíquota referente ao ICMS Retido. Utilizado para CST 060.
    • Nota: a natureza de operação deve estar configurada para Gerar ICMS Retido Fonte.
  • Código do Histórico: Através do código de histórico será sugerido o texto do campo Histórico a ser utilizado na contabilização gerencial e real.
  • Receita Transportes: Conta de Receita que será utilizada na geração do lançamento gerencial (maiores informações sobre o campo veja Configurações Complementares).
  • Tipo Cobrança: Empregado para definir o tipo de cobrança que será realizada no contas a receber.
  • Condição de Pagamento: Empregado para geração das parcelas no contas a receber.

Na aba "Dados Adicionais" 


  • Observações: Neste campo poderão ser lançados dados a serem impressos na nota fiscal conforme o layout configurado.
  • Entidade Retirada: Por padrão será a mesma entidade definida como Remetente, contudo caso a filial necessite de alterar em determinados caso será possível realizar essa mudança (maiores informações veja Configurações Complementares).
  • Valor p/ Contas a Receber: Por padrão será o mesmo valor total do frete, sendo permitido caso a filial necessite alterar para gerar um valor diferente no contas a receber. (maiores informações veja Configurações Complementares).
  • Responsável pelo Seguro: possibilidade de informar quem é o responsável pelo seguro, podendo ser: Remetente, Expedidor, Recebedor, Destinatário, Emitente do CT-e, Tomador de Serviço.
    • Importante: Durante os testes realizados em maio de 2013, a Sefaz não aceitou Expedidor, Recebedor ou Tomador de Serviço como responsável pelo seguro, gerando o código de erro 666 (Rejeição: O responsável pelo seguro da carga indicado não foi relacionado no CT-e).
  • Tipo de Carga: Possibilidade de informar qual o Tipo de Carga que se se trata o serviço, podendo ser:
    • Lotação: Carga que ocupa a totalidade da capacidade do veículo (lotação).
      • Na impressão do DACTE, o quadro específico de Lotação ficará disponível na parte inferior do layout, conforme Manual do CT-e:
    • Fracionada: Carga com remessa de pequenas quantidades de mercadorias, que por si só não ocupa toda a capacidade e/ou espaço do veículo. 
      • Na impressão do DACTE, o quadro específico para transporte Fracionado ficará disponível na parte inferior do layout, conforme Manual do CT-e:

      Icon

      No XML, será gerada a tag lota, podendo ser 0 - Fracionada ou 1 - Lotação.

  • Comissão Motorista: Veja Configurações Complementares
  • Consignatário: Definição da empresa que paga o conhecimento de frete mas que não está fazendo parte das entidades envolvidas no frete, que atualmente são a entidade remetente, a destinatária e a de retirada.
  • Transp. Redespacho: Uma outra transportadora responsável pelo transporte. Normalmente ocorre quando uma transportadora contrata outra transportadora para efetuar o transporte em seu lugar. Ou seja, durante o percurso, o transporte é feito por mais de uma transportadora.
  • Quadro Notas Fiscais que acobertam o Conhecimento: Neste grid poderão ser lançadas todas as notas fiscais que serão transportadas pelo Conhecimento e os dados necessários para a emissão do Sintegra. No caso de notas de venda ou transferência, alguns dados já serão sugeridos. Caso necessite que o usuário sempre informe no mínimo uma nota será necessário configurar na empresa (maiores informações no tópico Configurações Complementares).
    • O preenchimento dessa informação se dará de acordo com o Tipo Movimento selecionado, que segue:
      • Tipo Movimento VENDA: Os dados da NF serão preenchidos automaticamente de acordo a Nota Fiscal vinculada. Sem possibilidade de alteração.
      • Tipo Movimento TRANSF: Os dados da NF serão preenchidos automaticamente de acordo a Nota Fiscal vinculada. Sem possibilidade de alteração.
      • Tipo Movimento AVULSO: Utilizando os Botões de Incluir, Editar e Excluir, as NFs deverão ser lançadas manualmente, na tela abaixo, levando em consideração as observações logo abaixo:


        • Modelo NF será sugerido automaticamente como 55 e a Série será sugerida automaticamente como 1 (normalmente utilizada), com possibilidade de alteração.
        • Caso o Modelo seja 55, serão validados os campos Chave de acesso, Valor do Produto e Número NF para que estejam preenchidos.
        • Caso o Modelo seja diferente de 55, serão validados os campos CFOP, Valor Produto e Número NF para que estejam preenchidos.
        Icon

        A Chave de Acesso da Nota Fiscal vinculada ou informada neste campo, poderá ser acrescentada no quadro Documento Originários do Dacte.

        Para isso, na edição do RTM, acesse o SubReport1: ConhecimentoItens, acrescente um novo objeto de texto do Banco de dados, e informe o campo ChaveAcesso. Em caso de dúvida, conte o Suporte Futura Tecnologia


Aba "Classif. CT-e"

A partir da versão 8.13 foi adicionado no SisPetro a possibilidade de escolher o Tipo de Conhecimento e Tipo de Serviço. Para maiores informações vide help Tipos de Conhecimento e Tipos de Serviços

  • Tipo de Conhecimento: Informar qual o tipo do conhecimento.
    • Normal
    • Complemento de Valores
    • Anulação
    • Substituto
  • Tipo de Serviço: informar o tipo do serviço.
    • Normal
    • Sub Contratação
    • Redespacho
    • Redespacho Intermediário
  • CT-e Referenciado: Quando o CT-e for do tipo "Normal" não há motivos para referenciar outro CT-e. Assim este campo só estará disponível caso o "Tipo de Conhecimento" seja: Complemento de Valores, Anulação ou Substituto. Para buscar o Conhecimento no SisPetro, basta clicar no botão "Busca CT-e", será apresentado uma tela de pesquisa com todos os CT-es dentro do período configurado no perfil de sistema Painel Nota Fiscal.
  • CT-e/NF-e Anulação: Este campo estará disponível quando o CT-e for do tipo Substituto.Para buscar o Conhecimento no SisPetro, basta clicar no botão "Busca CT-e", será apresentado uma tela de pesquisa com todos os CT-es dentro do período configurado no perfil de sistema Painel Nota Fiscal.
  • Entidade Documento Anterior: O usuário deve escolher a entidade anterior nos casos do Tipo de Serviço Sub Contratação.
  • Data Decl. não Contr.: só estará habilitada quando o Tipo de Conhecimento for "Anulação".
  • Transportadora de Redespacho: informar a empresa de redespacho.
  • Transportadora Redespachante: informar a empresa redespachante.

Para informações sobre os Tipos de Serviços e Tipos de Conhecimento, veja help Tipos de Conhecimento e Tipos de Serviços

Visualização 

Durante a visualização de um conhecimento via Manutenção de Notas Fiscais é possível navegar entre os Conhecimentos de Frete, diretamente pela tela, os quais estão ordenados pelo campo Sequencial. Basta utilizar os botões Anterior e Próximo

 

 

O frete gerado pelo conhecimento de frete, poderá ser consultado na manutenção de frete. Maiores detalhes Manutenção de Frete.

CONTABILIZAÇÃO

Icon

Para contabilizar um conhecimento, na Natureza de Operação, aba Contabilização, a Contabilidade Gerencial deve estar como AUTOMÁTICO e a Contabilidade Real deve informar o Código de Contabilização. No perfil de sistema, aba Contas Contábeis, quadro Contabilização em Conhecimento de Frete, deve informar a conta contábil da receita no campo REC.TRANSPORTES. Caso gere contas a receber, a contrapartida sempre será a entidade pagadora.

Caso não gere contas a receber, pode optar por não contabilizar ou contabilizar utilizando uma conta específica: campo AÇÃO CONTÁBIL EM CONHECIMENTO (Não Contabiliza ou Contabiliza na conta específica) e campo CONTRA PARTIDA TRANSPORTES.

 


  • No labels